Perfis para namoro

Neste artigo, listamos vários exemplos de descrições para perfis de namoro. Primeiro, você precisará encontrar o tipo certo de site ou aplicativo de namoro. Existem muitos tipos diferentes de sites de namoro por aí. De sites de namoro religiosos a sites de namoro para encontros mais casuais, você pode encontrar o melhor ajuste para você. Criar perfis em sites de namoro pode deixar qualquer pessoa vulnerável — e há quem reage a isso com arrogância. Não se gabe de nada, principalmente quanto à sua aparência. Concentre-se em seus interesses sem exagerar nos autoelogios. Diga, por exemplo: 'Para mim, tocar piano é uma terapia depois de um dia estressante. O Aplicativo de Namoro mDates torna possível passear por inúmeros perfis de nossos membros, para conversar e conhecer um ao outro e sair em encontros. No mDates, você encontrará mulheres e homens maduros de qualquer idade, que são uma combinação perfeita para você. Talvez o amor verdadeiro conquistará seu coração aqui também logo. A protagonista de ‘Orange is the New Black’ confessou, em 2019, que conheceu seu ex no Tinder e, depois de terminar o namoro, ativou seu perfil novamente. «Se você quiser um encontro, tem ... Para ajudá-lo melhor, criamos a lista dos principais aplicativos de namoro para adolescentes. Depois de ler, os pais podem descobrir se seus filhos estão usando esses aplicativos ou não. Agora, vamos começar com os melhores aplicativos de namoro disponíveis no mercado. Perfis - Namoro Moçambique. Alain Barros. 40 anos homem de Maputo, Mozambique. Precisa estar autenticado para fazer isso; Nandox Salvador. 27 anos homem de Matola, Mozambique. Precisa estar autenticado para fazer isso; Nelson Faites. 21 anos homem de Tete, Mozambique. Precisa estar autenticado para fazer isso; Marvel Bambo. 18 anos homem de ...

A ex do meu namorado que virou minha stalker

2020.08.19 05:32 dandanyami A ex do meu namorado que virou minha stalker

Ola Luba, papelões zumbis, possível convidado e turma que esta a ver.
Vocês adoraram a história de quando a minha mãe tentou ensinar o médico a fazer a cirurgia então eu vim com mais uma, como o luba ta de ferias e acho que não tem como ir pra video vou dar mais detalhes.
Algumas informações importantes para a história, eu namoro a 10 anos em um relacionamento aberto, quando começamos a namorar ja decidimos que ia ser aberto e da super certo com a gente, e foi com nosso estilo de relacionamento que começou essa confusão que me persegue até hoje, essa historia acontece ao mesmo tempo que eu acompanho minna mãe nos exames e cuido da relação cirurgica dela da historia anterior.
O ano era 2017, eu e meu namorado iamos a eventos geeks todos os anos e por conta de estagio e faculdade eu não iria conseguir ir, mas meu namorado foi, depois desse evento em que ele acobou fazendo varias amizades ele se aproximou muito de uma menina que vou chamar carls, carls aparentemente tinha muitos gostos em comum comigo e por isso ele queria apresentar ela pra mim, e eu tinha pouquissimos dias livres, eu trabalhava num projeto da faculdade e quase sempre taca fazendo pesquisa e discutindo com minha orientadora, quando não estava no estagio ou no hospital com a minha mãe. Então eu conversei e mostrei pra ele os dias que eu poderia sair pra conhecer a Carls.
Ele tentou marcar varias vezes de sair com ela e comigo mas ela nunca podia, mas quando não era meu dia livre ela podia qualquer hora, e bem, eu sou distraida mas não sou burra entao eu me liguei que ela poderia estar a fim dele e estivesse bolada com a minha existencia, então como uma pessoa civilizada eu falei com meu namorado deixando claro sobre o que eu achava e que se ela e ele quisessem algo era ok, mas ela ia ter que entender que eu e ele estavamos juntos e ela não poderia me evitar pra sempre.
Quando ele tentou conversar com a Carls sobre isso ela negou tudo, e eu e ele somos o tipo de pessoa que se alguém diz "não" é não e seguimos a vida, a pesar que eu ainda achava que alguma coisa esquisita tinha, a prova veio em um dia que ele ia sair com ela e minha orientadora me ligou cancelando a reunião, eu falei com o meu namorado e ele disse "vem comigo então porque ela não tem nada hoje, vai dar pra vocês se conhecerem" quando estávamos prestes a sair pra encontrar com ela, ele mandou uma mensagem perguntando se ela ia, ela disse que sim e então ele avisou que eu ia junto, na hora ela arrumou uma desculpa dizendo que nao poderia ir, e eu só olhei pra ele e disse "ela não gosta de mim, ela com certeza esta apaixonada"
No dia seguinte eu sai do hospital depois de acompanhar minha mãe nos exames e fui fazer compras, eu sabia que eles iam sair só que eu não sabia onde e coencidentemente fui no shopping que eles estavam, vi eles de longe conversando, ela me viu, fez a maior cara de cu que ja vi e puxou meu namorado pra longe antes que ele me visse.
Eu sou uma pessoa tranquila e não tenho ciumes mas eu realmente odeio que me tratem de maneira grosseira quando nao fiz nada, entao eu falei pra ele que eu nao gostava dela, que nossa relação era aberta mas tinha respeito então esperava que ele me respeitasse e nao tentasse mais me envolver com ela, e ele me respeitou nisso, nao falou mais sobre ela pra mim e estavamos de boa, ate eu perceber que ele tava ficando muito mal.
Eu perguntei o que tava acontecendo e ele resolveu falar, essa menina tinha se declarado pra ele, eles saiam juntos e estavam meio que serios, eu não tinha problema pra isso, eu também saia com algumas pessoas de vez em quando, o problema é que a menina começou a falar que tinha depressão e ia se matar e era tudo culpa do meu namorado, ele me mostrou algumas partes de conversa com ela e me perguntou o que ele fazia pra ajudar.
Eu sensata e sabendo que aquilo era abusivo e uma maneira dela controlar ele, eu disse claramente que eu nao queria ele daquele jeito, que ela tava fazendo mau pra ele e que era pra ele se afastar dela pois ela estava sendo abusiva, quando ele falou com ela que eu não aprovava mais eles juntos, ai ela tentou ir atras de mim, me chamar sair pra me conhecer e falando que amava ele, eu falei pra ambos que aquilo não era problema meu, que eles fariam o que queriam mas se eu visse o meu namorado daquele jeito de novo ia foder com ela.
Eles tentaram por alguns meses mas a menina ainda era super abusiva e vivia ameaçando se matar e falando que era tudo culpa dele, e ele realmente tava preocupado, ela se fazia de vitima pros amigos dele dizendo que eu era ciumenta e tava perseguindo ela, e eles acreditaram nela e ficaram morrendo de dó, até que um dia em um surto de raiva ela me chamou de puta e falou que se eu morresse ninguém ia sentir minha falta pro meu namorado e foi ai que ele percebeu que tipo de pessoa ela era e ele terminou na hora.
Ai voces podem pensar, a historia acabou não? Bem o circo começou a pegar fogo com o termino deles pois uma vez que ela tava falando que ia se matar (motivo daquela vez: ele demorou 5min pra responder o whats) a bateria do celular dele acabou enquanto ele tentava acalmar ela e ele usou o meu pra ligar pra ela e se certificar de que ela não ia fazer besteira.
Carls tinha meu numero, ela pegou algumas fotos do meu insta, criou um tinder falso com fotos minhas se passando por mim e passava meu whats falando que eu tinha fetiche em ser xingada, ela fez isso por dias ate que o meu namorado comentou casualmente que eu tinha ido na policia, depois daquele dia os caras do tinder pararam, mas ai comecou perfis fakes desses numeros gerados em site me mandando fotos de pau tirados do google e me xingando.
Ela de tempos em tempos cria uma conta nesses sites pra mandar fotos de pau e me xingar, vou deixar o print da ultiza vez que foi bem recente, vai fazer tres anos mas essa menina me stalkeia ate hoje, cria perfil fake pra ver o que faço nas redes sociais e esses perfis de whats pra mandar mensagem, minha namorada de São paulo e meu namorado acreditam que ela tem ódio demais pra não ser alguma paixão secreta por mim. O que vocês acham?
http://imgur.com/a/DjX32JE foto da última
submitted by dandanyami to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.18 09:49 Old-Philosopher-kun Acabei de descobrir que fui traído e isso me destruiu

Bom, no fim do ano passado eu comecei um namoro com um rapaz que vou chamar de Jonas. Eu e Jonas nos conhecemos pela internet no Tinder da vida e era tudo mil maravilhas, não tinha o que reclamar do relacionamento, era tudo absolutamente perfeito, nós sempre íamos para shoppings ver filmes e caminhar na praça. A gente sempre gostou de conversar sobre tudo até que num dia surgiu o tema banheirao do nada (pra quem não sabe o que é isso, é uma prática que alguns gays fazem que consiste em ir em banheiros públicos se encontrar casualmente com homens desconhecidos para fazer coisas não apropriadas se é que me entende) e ele disse que sentia nojo de tal prática e que jamais faria uma coisa dessas, eu compartilho do mesmo sentimento então concordamos 100%. 3 meses de namoro depois não foi dando muito certo, a gente não sentia mais o mesmo e decidiu encerrar o relacionamento pois havia resfriado, mas tudo no maior respeito e maturidade, foi uma conversa bem tranquila. Hoje mais cedo lá pelas 11h da noite eu estava navegando pelo Twitter e vendo perfis de alguns gays aqui da cidade, até que chegou nos perfis NSFW, tudo bem né, tava olhando pq ninguém é de ferro né e de repente me deparo com um da qual a foto não me era estranha, então abri... pior decisão da minha vida, ao ver os nudes eu logo reconheci, mas não queria acreditar então continuei rolando em busca de algo que provasse o contrário, afinal pode ser alguém parecido mas então vi os nudes que ele mandava pra mim enquanto namoravamos que eu jurava que era pra mim, e além disso tinha VÍDEOS dele fazendo coisas no banheiro e a data coincidia com o período em que namoramos.... isso me destruiu completamente, até porque eu confiei nele, fiquei desde aquela hora na cama sem conseguir dormir, sentido um aperto enorme no meu peito, chorando e tremendo, eu estava tremendo muito mesmo que não estivesse frio, os tremiliques já passaram e já consegui forças para me reerguer.... estou fazendo esse desabafo porque não estou sabendo como suportar isso... todo mundo que conheço está dormindo já que são 3:50 da manhã... tô vendo que vou estar um completo lixo na faculdade amanhã.
submitted by Old-Philosopher-kun to desabafos [link] [comments]


2020.07.16 16:29 fobygrassman ESPOSAS INSATISFEITAS SÃO MELHORES QUE GAROTAS DE PROGRAMA

ESPOSAS INSATISFEITAS SÃO MELHORES QUE GAROTAS DE PROGRAMA
Esposas infiéis são mais duradouras, limpas e autênticas do que garotas de programa
Esqueça garotas de programa transando nunca foi tão fácil! De uma dona de casa traidora real.
As mulheres casadas NÃO estão procurando relacionamentos, elas já estão nelas, estão procurando parceiros discretos e divertidos para reacender e explorar sua sexualidade.
As garotas de programa estão sempre procurando extrair mais dinheiro de você. Você nunca sabe com quem eles acabaram de fazer sexo e isso torna impossível também fazer sexo apaixonado com eles.
Quantas vezes você ficou com tesão e decidiu pedir uma garota de programa? Então, depois de ter um encontro decepcionante, lamento totalmente gastar tanto em ganhar pouco!
Sempre que você liga para uma garota de programa, está jogando. Jogando com sua saúde e com sua experiência.
Ela será parecida com as fotos dela?
A mesma garota das fotos vai aparecer?
Ela será anti-higiênica?
Ela será hostil?
Ela vai tratá-lo com um mau atendimento ao cliente?
Eu sei o que você está pensando,Eu sei o que você está pensando,
MAS AS MENINAS DE CHAMADA SÃO MUITO MAIS SIMPLES!
Não é verdade!
Sim, uma garota de programa fica a apenas uma ligação, mas toda vez que você a vê, paga. Você paga com dinheiro suado. Pense em quanto tempo você precisa trabalhar para pagar por uma garota de programa.
10 horas?
20 horas?
Portanto, nenhuma garota de programa não está a um telefonema de distância, elas têm +10 horas de trabalho E uma ligação de distância.
Além disso, as garotas de programa não se importam com você ou precisam de você.
Depois de conhecer uma esposa realmente insatisfeita e dar a ela a atenção que lhe falta, você experimentará a diferença entre uma garota de programa e uma mulher de verdade.
Esposas insatisfeitas são gratas por encontrar um homem que possa agradá-las!
As esposas infiéis têm todos os benefícios e nenhum dos problemas das garotas de programa:
Conhecer as preferências sexuais do seu parceiro = melhores experiências sexuais
O envio de mensagens maliciosas acelera sua semana de trabalho;)
Verdadeira paixão e emoção de ambos os parceiros!
Limpo, Seguro e Legal.
Não constantemente tentando manipular você.
A verdade é que as mulheres ficam excitadas quando estão se escondendo e tendo encontros secretos. Esposas insatisfeitas querem ser suas garotas de programa pessoais, mas elas precisam de um pouco de incentivo e você precisa incentivá-las de uma maneira elegante e elegante.
Você não pode tratar mal as esposas infiéis da maneira que pode com uma garota de programa, mas elas também não o tratam mal como uma garota de programa. Eles não vão contar o relógio quando estão com você.
Se você acha que encontrar uma mulher casada sozinha é ainda mais difícil, pense novamente.
Você não pode ser um idiota e acha que atrairá uma mulher casada para ser sua garota de programa pessoal.
De fato, existem dicas e truques para encontrar um o mais facilmente possível aqui >>
Siga estas etapas simples e você encontrará uma esposa insatisfeita e fará dela sua garota de programa pessoal em menos de uma semana.
VOCÊ PRECISA SE INSCREVER NO ASHLEY MADISON SE QUER ENCONTRAR MULHERES INFELIDAS
E lembre-se de que você pode repetir essas etapas e encontrar uma nova esposa traidora sempre que quiser!
  1. Tire uma boa foto de si mesmo. Não precisa incluir seu rosto, pode ser discreto. Muitos perfis em ashley madison não têm fotos de rosto públicas (geralmente em sua galeria de fotos particular). Esta imagem pode ser do seu corpo ou você de fato bem ajustado (sem o rosto).
  2. Escolha um nome de usuário atraente! Esta é a primeira coisa que as mulheres veem depois da sua foto. Escolha algo descritivo ou divertido.
  3. Destaque sua necessidade de discrição. Isso aliviará as preocupações das mulheres sobre sua própria discrição.
  4. Crie uma mensagem de introdução bem pensada que você possa enviar para muitas mulheres.
  5. Torne sua galeria privada irresistível. É aqui que você inclui suas melhores fotos.
  6. Configure uma data discreta!
Traindo esposas vs garotas de programa Todos nós procuramos garotas de programa no google. Mas existe uma enorme lacuna entre ponderar e pesquisar na web a sua garota de programa mais próxima. Existem vários, mas eles são extremamente estigmatizados - por razões óbvias. Garotas de programa não são para todos, mas o sexo certamente é. Por isso, seria melhor encontrar uma alternativa para garotas de programa. Criamos um substituto para as garotas de programa, para aquelas que estão interessadas em saber como a alternativa funciona. Espero que minha experiência e discernimento possam lhe dar uma ou duas coisas para questionar, e talvez até abrir você para garotas dispostas a dormir com você gratuitamente! Por que você deve procurar alternativas para escoltar serviços? Se você ouvir alguém se gabar de uma escolta, precisará sentar esse homem e ter um momento de clareza. Mas deixe esse argumento de lado, posso escrever um romance inteiro para você. Deixe-me começar com algumas dicas. As acompanhantes são desassociadas Não é incomum pagar por sexo, mas é ilegal na maioria dos países e ajuda uma indústria bastante cruel a tirar vantagem de membros da sociedade desprovidos de frustração. Acompanhantes NÃO GOSTAM DE VOCÊ Este é o meu argumento número um por não dormir com acompanhantes. Eles não teriam dormido com você se você não pagasse. Eles não gostam necessariamente do sexo ou querem vê-lo ligado. Geralmente é por isso que gosto de sexo - porque me excita vê-la gostosa e gostosa quando ela olha para mim. Acompanhantes não são higiênicos Os acompanhantes dormiram com toneladas de homens. Pense em quantos homens a garota de programa que você está vendo dormiu naquele DIA! Se você vir uma garota de programa ou uma acompanhante às 20h, provavelmente já dormiu com pelo menos dois homens antes daquele dia. Imagens falsas As acompanhantes raramente aparecem em suas fotos. Você tem sorte se a mesma mulher aparecer. Você pode dizer que isso também pode acontecer em um site de namoro ou em uma sala de bate-papo para adultos, mas eu diria que a probabilidade de ser "pescada" por uma mulher em um site de namoro é menor do que por uma garota de programa. A maioria das acompanhantes encontra-se com suas imagens. Com segurança Eles afirmam ser seguros e testados todos os dias, mas você nunca pode ter certeza. Isso significa que qualquer homem que não seja estúpido usará camisinha 100% das vezes que dorme com uma garota de programa ... e todos sabemos que preservativos não são divertidos.
submitted by fobygrassman to garotas_de_programa [link] [comments]


2020.07.10 07:04 NoAerie513 Eu tenho uma namorada no quarto

Eu tenho uma namorada no quarto.
Minha namorada existe no quarto em que a gente dorme, onde nos nós amamos, onde nos beijamos, onde nos declaramos, onde dormimos juntas, onde não há ninguém para nós separarmos, onde ela não tem vergonha de mim, onde ela me ama incondicionalmente…
Minha namorada não existe na rua, minha namorada não pega na minha mão em público, minha namorada não me beija em público, minha namorada não me abraça em público, minha namora não me apresenta para suas amigas, minha namorada é solteira nas entrevistas de emprego, na rua eu sou a amiga da minha namorada!
O pior de tudo é que faz dois anos que ela é minha namorada, mas nem sempre foi assim!
Nós conhecemos há dois anos e nós assumimos juntas para nossas famílias, e fomos morar em juntas de imediato, porém em cidades distantes das duas famílias, era só eu e ela, mais ninguém.
Íamos para o trabalho juntas, sempre de mãos dadas, na volta para casa abraçadas como namoradas, tinha amor por onde a gente passava, não havia medo de alguém olhar e ela se sentir envergonhada, não havia receio de alguém falar algo e julga-la.
Eu era feliz e não sabia, eu tinha uma namorada que me tratava como uma. Eu era a namorada dela, na rua!
Você deve estar se perguntando… nas redes sociais? E a resposta é simples. Eu não tenho namorada no Facebook, Instagram e muito menos no whatsapp dela!
Meu sonho sempre foi abrir uma página e ver nossas fotos e textinhos de declarações ou pelo menos um eu te amo.
Isso nunca aconteceu, não da parte dela.
Eu como boba que sou sempre faço, mas não marco ela, pois a única vez que fiz isso ela excluiu a marcação, e ainda jurou que não havia excluído. Eu vi pelo reflexo de seus olhos em minha frente ela se desmarcando.
Em seu relacionamento antigo e hétero por sinal, seu (face) era um book de casal, suas fotos de perfis eram exatamente iguais, e com beijo estampado. No primeiro ano de namoro teve camisetas combinando, escrito “um ano, juntos”.
Ela tinha um namorado na rua, ele buscava ela na escola, ele beijava ela em público, eles eram namorados.
Já me desabafei com ela, mas ela diz não saber o que acontece com sigo. Ela se sente afastada de Deus por que está comigo, diz não agrada ele, e já terminamos por isso! Reatamos no dia seguinte, pois ela diz não saber viver sem mim, e eu sinto o mesmo.
O amor é cego ele nos faz de boba, e às vezes ficamos sem chão.
Como posso ficar com uma pessoa que não me assume para a sociedade? A resposta é. Eu amo ela, jamais amei alguém como ela, eu faço de tudo por ela.
Mas minha namorada só é minha namorada no quarto!
submitted by NoAerie513 to desabafos [link] [comments]


2020.02.12 05:58 jujubadejurubeba Como é a experiência LGBTQ+ asiática no Brasil? Podemos dizer que existe algum nível de representatividade de cidadãos asiáticos LGBTQ+ no país?

Não estou certo se aqui no arco_iris temos membros LGBTQ+ asiáticos, descendentes de povos migrados de países da Ásia para o Brasil, mas estava conversando com uma amiga hoje mais cedo sobre esse assunto e me surgiu a curiosidade sobre a experiência desse grupo no país.
Quando morei e estudei nos Estados Unidos, me lembro que, no que dizia respeito aos homens gays, os asiáticos eram vistos como os menos atraentes, sofriam com estereótipos, questionamentos de masculinidade e eram categorizados automaticamente como passivos devido aspecto de submissão familiar presente nas questões de algumas tradições culturais asiáticas, etc. Em todos os aplicativos de encontro, namoro e sexo, inclusive, era e acredito que ainda seja fácil de se encontrar perfis nos quais homens gays, além de negros, gordos e afeminados, excluem asiáticos de suas preferências, dando a eles nenhuma chance de apresentarem-se como opções disponíveis.
Tendo dito isso, se algum membro asiático desse subreddit se sentir confortável para falar sobre sua experiência enquanto LGBTQ+ e asiático no Brasil e responder sobre o sentimento de pertencimento e representatividade na comunidade, por favor, venham à frente.
Acredito que dessa minha dúvida, talvez, para além das discussões sobre os homens gays negros fetichizados, os afeminados e gordos menosprezados, possamos também dar início a uma discussão produtiva para nós sobre nossos irmãos e parceiros asiáticos.
Edição: Caso não tenha ficado claro pelo meu texto, eu não sou asiático, mestiço ou descendente de povos da Ásia. Minha pergunta se dá pela ignorância para com o tema mesmo e anseio em fomentar essa discussão aqui.
submitted by jujubadejurubeba to arco_iris [link] [comments]


2019.12.03 05:27 VictorBellchior O Câncer Tóxico na Comunidade Gay

Este é meu primeiro post, então ainda estou me adaptando ao Reddit, mas como me sinto feliz por saber de um espaço onde podemos falar livremente! E sinto muito forte a necessidade de falar sobre algo que me incomoda muito: A FORMA COMO OS GAYS SE RELACIONAM SEXUALMENTE E AMOROSAMENTE.
Claro que não são todos, mas infelizmente a grande maioria.
Eu me observo e observo como vivem meus amigos com seus namorados, iniciam um namoro que dura aproximadamente três meses, alguns heroicamente alcançam um ano e logo acaba, isso com muitas traições e muito abuso de uma ou de ambas as partes. E então saem " à caça" novamente, em menos de um mês já estão com outra pessoa, e então tudo aquilo se repete... é uma busca que não acaba nunca!
Você então decide instalar um app para conhecer alguém, só o que vc vê são fotos de pênis fazendo volume em cuecas, peitorais, barrigas ou queixos barbudos, alguns poucos mostram o rosto! e esses mesmos que não possuem fotos, exigem que aqueles que desejarem se comunicar com eles, tenham fotos, preferencialmente de rosto. Nem falarei aqui sobre os tais do "sigilo", escreverei um post só para eles!!!
Continuando... ao ler a descrição de alguns perfis nesses apps, eu pude perceber o pq de existir tanta carência, descontentamento, solidão e instabilidade no meio gay! Gay não busca amor... gay só quer inflar o próprio ego, gay quer receber milhões de elogios, se sentir sempre desejado, e um namorado não é nada além de um acessório para ele!
Muito gay evita o "afeminado" simplesmente para não chamar atenção de forma "negativa" das pessoas!
Dias atrás um cara mandou mensagem as duas horas da manhã, ele nunca me dá bom dia, nunca me diz um Oi... mas quando bate o tesão, aí adquiro uma importância enorme, e isso é muito comum! e muitos gays em sua carência aceitam isso, se apaixonam por essas pessoas e ficam por aí sofrendo por quem não merece nem mesmo um aperto de mão!
Converso com um garoto há pouco mais de um ano, nos conhecemos em um app e conversamos sempre, pela web cam, trocamos fotos... conversamos sobre tudo! Ele não é assumido e é filho único! e é lindo!!! Simpático, inteligente, demostra interesse... mas o câncer tóxico se faz ali presente! Não costuma mandar Bom Dia, mas reclama por não chamar ele para conversar... por alguma razão tem pessoas que acham que mandar um Oi, ou bom dia primeiro é se rebaixar! Apesar de ser amoroso, é muito resistente para demonstrar algo, e só o faz se eu deixar claro uma deixa.... Algo que deveria ser leve, acaba se tornando um peso gigantesco... estamos sempre combinando de nos encontrar, mas existe insegurança da minha parte... pq morro de medo de ele não gostar de mim pessoalmente! E ele ganhou muito peso esses ultimos meses e parece estar inseguro tbm! daí paro para pensar... QUE PORRA É ESSA MANO? A GENTE CURTE MUITAS COISAS EM COMUM, CONVERSAMOS SOBRE TUDO, JÁ NOS FALAMOS POR WEB CAM... PQ TANTAS DIFICULDADES PARA QUE ISSO POSSA FLUIR?
Não sei dizer a causa de tudo isso, mas há no meio gay uma cultura péssima, onde compromisso, lealdade, demonstrar interesse, começar por uma amizade, conhecer alguém de outros modos, dizer não para sexo no primeiro encontro e ser espontâneo... tudo isso é visto com maus olhos!
Agora me digam vcs, pq relacionamentos no meio gay são tão difíceis????
submitted by VictorBellchior to arco_iris [link] [comments]


2017.11.13 21:35 tombombadil_uk Today I fucked up: a estranha sensação de reencontrar um amor do passado 12 anos depois / Parte 2

Não esperava que a Parte 2 ia rolar tão cedo, mas tem atualizações aí. Para quem quiser, dessa vez tem um TL/DR no fim.
A parte 1 é essa aqui: https://www.reddit.com/brasil/comments/7c6tsx/today_i_fucked_up_a_estranha_sensa%C3%A7%C3%A3o_de/
PS.: escrevi isso aqui correndo assim que cheguei em casa, então provavelmente pode estar confuso ou com uns errinhos. Nem de perto foi tão trabalhado quanto o conto que eu fiz da primeira parte. Me desculpem de antemão.
Tive uns dos finais de semana mais atípicos dos últimos anos. Acho que nunca viajei tanto em memórias e dúvidas. Será que realmente rolava alguma coisa? Aliás, será que foi ela mesmo que eu vi na rua? Ela aprecia tão mais velha que talvez sequer fosse a mesma pessoa. E cá estava eu viajando porque uma pessoa aleatória me morou na rua e eu a confundi com alguém que não vejo há doze anos.
Ainda assim, embarquei na onda da nostalgia. Escutei os CDs do Linkin Park, System of a Down, Evanescence e Radiohead que a gente ouvia na época, baixei alguns jogos que eu jogava na época (Xenosaga, Burnout e alguns outros) e coloquei no PS2 que eu achei por um preço ridículo numa feira de rua. Assisti Anjos da Noite e Oldboy, dois que eu lembro de ver naqueles tempos. Domingo eu estiquei a ida à feira e fui até o curso de inglês que frequentávamos juntos, refiz o caminho de lá até casa onde os pais dela moravam. Antes que perguntem, não, eles não moram mais lá. Sei disso porque a casa apareceu à venda há muito tempo.
Foi um fim de semana agridoce. A esposa me achou meio para baixo, eu revirei horas no travesseiro antes de conseguir dormir. Segunda de manhã, indo para o trabalho, eu já estava mais sossegado. Cheguei à conclusão que havia uma enorme possibilidade daquilo tudo ser um baita mal entendido, que aquela mulher sequer era ela. E que eu provavelmente jamais a encontraria na minha vida. E me preocupar com algo tão inatingível era sem propósito algum. O fato de eu ter tentado encontrá-la no Facebook por horas sem sucesso só reforçava isso.
Eu conhecia apenas um dos seus sobrenomes, mas ela não aparecia de forma alguma. Tentei com sobrenome aleatórios algumas boas 20 vezes, devo ter aberto mais de 200 perfis. Nada. Nem sinal.
Mas eu queria falar com alguém sobre aquela história, então decidi me abrir com um amigo do trabalho que é bem gente fina e em quem confio. Passei o almoço contando a história e depois ficamos uns 40 minutos discutindo o assunto. A conclusão dele foi a mesma da galera daqui: "Caralho, como você não falou com ela? Dava um oi, chamava pra conversar".
Falei para ele também que estava começando a duvidar de mim mesmo. Ela estava com uma aparência tão mais velha e nós temos a mesma idade, eu dizia. "Cara, classe média baixa, dois filhos com 20 e poucos anos, voce nem sabe se ela é casada ainda ou não. Às vezes virou mãe solteira e está numa luta fodida".
Quando voltamos para o trabalho, fiz mais uma rodada de pesquisa no Facebook. Talvez fosse uma memória embasada do passado, talvez fosse só uma coincidência, mas eu cismei com o sobrenome Ferreira. Não era o sobrenome que eu sabia com certeza, só um chute que ficava martelando a minha cabeça. Parte de mim dizia que era confusão. Eu tinha uma amiga com o mesmo nome dela é Ferreira no sobrenome, provavelmente estava só confundido as coisas.
Nesse processo, aprendi que o Facebook te dá resultado diferentes para a mesma pesquisa quando você a faz de tempos em tempos. E logo depois desse desabafo, como se falar em voz alta fizesse ela se materializar, ela apareceu. O mesmo rosto de 12 anos atrás, o mesmo sorriso, os mesmos olhos. Minha mão tremeu no computador, levantei para pegar um café é uma água. Respirei fundo, e voltei para ver o resultado.
No começo, senti um misto de alívio e decepção. Ela parecia exatamente como 12 anos atrás, então não era possível que aquela mulher que encontrei na semana passada fosse ela. Abri o perfil e comecei a ver as fotos, os filhos, a pouca vida dela que aquela janela mostrava. Quando abri uma foto mais recente da linha do tempo, a verdade voltou com um soco no estômago: eu realmente a encontrara. A foto de perfil era antiga, mas as mais recentes não deixavam espaço para dúvidas. Eu tinha esbarrado com ela.
Chamei meu colega de trabalho para tomar um café e mostrei as fotos no celular. "Se você não me dissesse que ela tem a mesma idade que a gente, eu nunca ia acreditar em você. Ela parece uns dez anos mais velha, mas era a menina bonita antigamente". E fez a pergunta que eu já estava fazendo mentalmente. "Porra, uma porrada de foto com a família e os filhos, mas e o pai?".
A resposta eu encontrei na lista de amigos dela. Percebi que tinha amigos em comum com outra pessoa da família que tinha o mesmo sobrenome, um amigo farmacêutico que começara a trabalhar em uma farmácia perto do ligar onde trabalho. Era perfeito. Liguei para ele dizendo que queria trocar uma ideia, mas ele tinha acabado de ser transferido para outra unidade da rede para cobrir uma unidade. Com um fogo no cu absurdo, larguei o foda-se no trabalho, peguei um Uber e fui para lá.
No caminho, eu já não sabia bem o que estava fazendo. Eu ficava vendo e revendo aquelas fotos no celular no caminho, lembrando mais e mais dela. É engraçado lembrar de uma pessoa com quem você teve um relacionamento tão profundo e tão curto há tanto tempo. Às vezes eu não sabia bem se eu estava lembrando de alguma coisa ou se eu estava fantasiando, se estava extrapolando algumas memórias.
Fuçando o Facebook dela - curtidas, comentários, gostos, fotos - eu via que ela era exatamente o que eu imaginava. Uma pessoa extremamente simples, de família de classe média baixa, com um estilo de vida simples, bem família e discreta. Os filhos pareciam ser o primeiro lugar em tudo.
Encontrei meu amigo por volta das 16h e subi para a sobreloja da farmácia. Ele vivia falando que o trabalho dele era um marasmo absurdo e tudo que ele fazia quase o dia inteiro era ficar no segundo andar jogando 3DS e como ele estava prestes a comprar um Switch só por conta disso. "Queria ter esses problemas no meu trabalho", brinquei.
Esse meu amigo não é super próximo, mas nos conhecemos há uns 15 anos e crescemos na mesma vizinhança. Apesar de não ser o tipo de pessoa para quem eu desabafo, é alguém em quem eu confio demais. Contei para ele a história toda. "Porra, mas achei que você e XXXX fossem felizes. Vocês têm uma vida tão tranquila". A gente é, eu expliquei. Na verdade eu sou feliz para caralho com a minha vida conjugal, "mas essa ogiva nuclear me fodeu completamente. Pelo menos nesse fim de semana".
É aqui que a história dá uma guinada um pouco para pior. Meu amigo farmacêutico é o tipo de cara que está a cada semana com uma mulher diferente. Os namoros nunca duravam muito. Ele é pintoso e gente fina, então é o tipo de cara para quem chove mulher. E uma dessas mulheres era prima dela, uma mulher com quem ele saiu até por bastante tempo (quase seis meses) dentro dos parâmetros dele.
Ele não lembrava os detalhes, mas ela ficou "falada" na família por conta da crise no casamento. Casou nova, passou para um concurso público que pagava bem mal, mas pelo menos era um emprego garantido, e teve um filho logo no primeiro ano do casamento. No começo, parecia conto de fadas: os dois colegas de escola casam, passam em concursos públicos diferentes (naquele boom de concursos que rolou entre 2005~2010) e têm dois filhos bem rápido. Aos 22 anos, eles já tinham a vida "feita" para alguns padrões.
Mas isso não durou muito. Meu amigo farmacêutico não sabia dos detalhes, obviamente, mas o cara se arrependeu de ter casado tão cedo. Ela largou a faculdade para se dedicar aos filhos. Ainda assim, faltava tempo para cuidar dos dois. Ela largou o emprego público também para se dedicar às crianças e virou dona de casa em tempo integral.
"Ela passou em um concurso público de primeira, eles achavam que ia ser fácil entrar em órgão público mais tarde, quando as crianças estivessem maiores". Burrice do caralho, pensei. A procura por concurso público cresceu vertiginosamente e as vagas minguaram. Agora até os concursos mais bundas tinham altíssima concorrência.
Aparentemente, boa parte da família foi contra. A gente está falando de uma família de classe média baixa de um subúrbio bem quebrado. Para eles, aquela vaga no emprego público era a garantia de que ela teria estabilidade para a vida toda. Ela insistia que o marido tinha um emprego melhor e que eles economizariam tendo ela como dona de casa.
Passaram algum tempo juntos dessa forma, mas o cara ficou de saco cheio. Meu amigo não sabe se chegou a acontecer traição ou não, mas ele enjoou daquela vida. Achava que tinha casado muito cedo, que não tinha aproveitado a vida. Que os dois se precipitaram, que ele não tinha vivido. Que ele não queria ficar preso naquela vida desde tão cedo.
E meteu o pé.
Na família, segundo meu amigo, rolava um misto de pena e revolta com a menina pelas decisões dela. No final das contas, ela voltou para a casa dos pais, entrou em depressão e passou a viver em função dos filhos. Ela não conseguiu terminar a faculdade e jamais a reatou por causa deles também.
Caralho.
No caminho para casa, eu fiquei pensando o quanto aquilo era triste e curioso. Triste por razões óbvias. Curioso porque ela viveu o meu sonho. Sei que pode parecer besteira, mas meu sonho sempre foi casar e ter filhos cedo. Eu nunca fui um cara muito da pegação - até porque, como já disse aí, sempre tive a auto-estima muito baixa - e sempre quis ter uma família, meu sonho sempre foi ter filhos. E eu queria curtir os meus filhos o máximo que pudesse. Imagina você com 32 e um filho de 10 anos? Quanta coisa gostosa você não ia poder compartilhar, viver junto? Acho que o passar do tempo torna o abismo entre as gerações cada vez maior, o que dificulta essa aproximação entre pais e filhos. Em tempo, é só uma opinião pessoal. Não tenho filho, então não tenho muita voz nisso e posso estar redondamente enganado.
Ela viveu o meu sonho, mas tudo deu radicalmente errado. Hoje eu entendo como deve ser problemático casar cedo. Eu casei com 26, o que muita gente já chamaria de cedo hoje em dia. Mas caralho, casar aos 20? Eu precisaria ter certeza absoluta de que estava com uma ótima pessoa ao meu lado, mas é difícil a gente chegar a essa conclusão tão cedo. A maioria das garotas com quem saí entre meus 18~22 anos jamais estariam na minha lista de possíveis esposas hoje em dia. Algumas são minhas amigas até hoje, mas a grande maioria ganhou pensamentos e posições que vão contra quase tudo que eu acredito.
Tentei imaginar a vida dela agora. 32 anos, dois filhos, divorciada, sem faculdade e depois de largar um emprego público, morando na casa dos pais. Os posts e fotos dela no Facebook tem um quê de agridoce. Parece haver um amor incondicional pelos filhos e pelo desenvolvimento deles. Mas ao mesmo tempo parece haver uma triste por não ter aproveitado a vida. Encontrei até um post antigo em que ela nunca tinha andado de avião e sonhava em conhecer a Europa, postava fotos dos lugares que gostaria de viajar, lia livros sobre eles.
Eu sei que isso pode soar paternalista, mas tudo isso me pesava muito o coração. Me dava vontade de ir lá, de mudar a vida dela, de levá-la para Paris, Roma, Praga, Porto, as poucas cidades que visitei nas vezes em que fui para lá. Me dá vontade de correr para encontrá-la, abraçar, ficar com ela, conversar, qualquer merda.
Mas aí eu caio na realidade. Cá estou eu, casado, relativamente estabelecido, vivendo super de boa até sexta-feira. E se eu puxar uma conversa no Facebook para encontrá-la, chamar para um café pelos velhos tempos e falar que fiquei sem jeito de puxar papo com ela quando a vi na praça sexta-feira? O que eu vou dizer?
Depois de explicar porque saí do curso daquele jeito, 12 anos atrás, vou falar que era completamente apaixonado por era e que estava me sentindo feito um adolescente agora? Será que não vou adicionar mais um arrependimento para a lista dela, partindo do princípio que ela talvez também sentisse algo por mim à época? E se não sentia, de que isso serviria?
E não sei as consequências que vê-la pessoalmente podem ter. Sim, ela parece bem mais velha e o tempo não foi bom com ela. Mas eu ainda a acho linda e sinto um aperto no coração idiota toda vez que olho para as fotos dela no Facebook. Eu tenho medo de aparecer, me mostrar como algum exemplo da felicidade e bom senso (sim, já escutei de amigos meus que tenho a vida "perfeita demais" por conta do meu bom senso em geral, apesar de eu achar que tenho uma vida ok, só pautada pelo "pensar antes de fazer") que apenas acentue as más escolhas dela. Eu tenho medo de não aguentar e fazer merda, de estragar um casamento que vai bem para caralho.
Ela está aqui, a um clique de distância, e não sei o que fazer. Nem se devo fazer alguma coisa.
TL/DR: achei a menina no Facebook depois de chutar dezenas de sobrenomes diferentes. Ela está divorciada, largou um emprego público e parece estar numa fossa fodida. Eu não sei se devo fazer alguma coisa ou deixar esse feeling morrer e continuar vivendo deixando esse fuck up de ter sumido da vida da menina para trás.
submitted by tombombadil_uk to brasil [link] [comments]


MOMENTOS A DOIS - PARA ALÉM DO NAMORO... - YouTube Criou perfil fake no Whatsapp para testar namorado (se ... Cuidado com perfil falso ! PEDIDO DE NAMORO FINALMENTE PERFEITO!! (MARIA VENTURE E ... 10 Dicas para um namoro perfeito.. 10 REGRAS PARA O NAMORO LÉSBICO. OS PERFIS MAIS ENGRAÇADOS DO TINDER COMO CONSEGUIR PARAR DE COMER CARNE? ❤ By Larissa Mocellin PERMISSÃO PARA NAMORO. Scammers: mulheres de SC caem no golpe do namoro virtual

3 Formas de Fazer um Bom Perfil em Sites de Namoro

  1. MOMENTOS A DOIS - PARA ALÉM DO NAMORO... - YouTube
  2. Criou perfil fake no Whatsapp para testar namorado (se ...
  3. Cuidado com perfil falso !
  4. PEDIDO DE NAMORO FINALMENTE PERFEITO!! (MARIA VENTURE E ...
  5. 10 Dicas para um namoro perfeito..
  6. 10 REGRAS PARA O NAMORO LÉSBICO.
  7. OS PERFIS MAIS ENGRAÇADOS DO TINDER
  8. COMO CONSEGUIR PARAR DE COMER CARNE? ❤ By Larissa Mocellin
  9. PERMISSÃO PARA NAMORO.
  10. Scammers: mulheres de SC caem no golpe do namoro virtual

MOMENTOS A DOIS - PARA ALÉM DO NAMORO... Vocês mulheres gostam de receber flores de seus parceiros? Vocês já receberam flores de seus parceiros? Por que vive... Moradoras de Blumenau estão caindo no golpe que está ocorrendo em todo o Brasil. São bandidos especializados em criar perfis falsos para enganar mulheres nas redes sociais. Eles fazem promessas ... Eu pedindo a mão da Sofia em namoro! This video is unavailable. Watch Queue Queue OS TÉRMINOS DE NAMORO MAIS ENGRAÇADOS DO WHATSAPP - Duration: 5:35. Love Drama 3,747,155 views. ... ANALISANDO PERFIS DO TINDER feat Niina Secrets - Nunca Te Pedi Nada - Duration: 12:32. Enjoy the videos and music you love, upload original content, and share it all with friends, family, and the world on YouTube. *PERFIS PARA SE INSPIRAR: @presuntovegetariano @ingridgleize @veganstraws @vegetarirango @virandovegana @veganfoodvideos Oi, amores! Para o vídeo de hoje, de... Aqui umas dicas para seu namoro lésbico dar certo, não esqueça de deixar o seu like e se inscrever no canal e ativar o sininho para vc receber notificações dos vídeos que postar . PEDIDO DE NAMORO FINALMENTE PERFEITO (MARIA VENTURE E GREGORY KESSEY) Espero que forem, nesse cifro pedi a maria Venture em namoro pela segunda vez após re... This video is unavailable. Watch Queue Queue. Watch Queue Queue Alertar sobre o grande numeros de perfis falsos em sites de namoro. ... Conheça o site de relacionamento Coroa Metade para quem tem mais de 40 anos - MUNDO COROA - Duration: 17:48.